ENTRE EM CONTATO COM A ANTIQUEDA:

Preencha o formulário ao lado para entrar em contato com a AntiQueda.

Telefone: (13) 3226-1515

ANTIQUEDA NAS REDES SOCIAIS:

Coleção Verão 2018

BLOGAQ

Acompanhe a AntiQueda

Facebook Twiiter

Postado por Equipe AntiQueda em Blog

SURFISTA DA EQUIPE ANTIQUEDA BRIGA PELO INÉDITO PENTACAMPEONATO BRASILEIRO PROFISSIONAL

Orgulhosa de ser a mais experiente no SuperSurf, a carioca Andréa Lopes ficou mais próxima de um feito histórico, o pentacampeonato brasileiro profissional. Segunda colocada na etapa inicial, em Guarujá, e terceira em Ubatuba, a atleta da equipe AntiQueda ocupa a vice-liderança do ranking, apenas 20 pontos atrás da paulista Suelen Naraisa (1.610 a 1.590).

?Achei que fosse assumir a liderança do ranking, mas não vou deixar isso entrar na minha bagagem como negativo e sim como aprendizado para melhorar sempre. Tenho de comemorar a boa fase?, confidenciou Andréa. ?Cada bateria do SuperSurf hoje em dia não é fácil. E superar Thais Almeida, Gabi Leite, Suelen Naraisa, entre outras, são pequenas vitórias que me levarão à minha meta e dedico minha vida diária a isso?, afirmou.

Além da experiência, a surfista de 35 anos coloca o equilíbrio físico e mental como grande qualidade. ?Busco o equilíbrio em tudo, tem de estar bem fisicamente e destruir no psicológico, que é o meu forte. Sinceramente, tenho usado muito isso. Destruo o que tiver de ser fora do mar, rindo e levando tudo na leveza e com muita concentração, muito foco, em tudo?, ressaltou. ?Enquanto estiver competindo, terei metas a longo prazo e também diárias?, frisou.

Para a temporada 2009, o alvo é para o novo título no SuperSurf e também não descarta o Circuito Petrobras Feminino. ?Abri mão do ISA Games na Costa Rica para estar no Petrobras e lugar também por resultados bons neste campeonato, que é de extrema importância para a categoria?, revelou a atleta, que junto com a AntiQueda tem os patrocínios da Central Surf, Lui Lui e HB Sunglasses e apoios da Free Style e Rhyno Foam.

Postado por Equipe AntiQueda em Blog

Com mais uma final na premiada carreira, a experiente Andréa Lopes ganhou mais motivação para seguir rumo ao seu grande objetivo de 2009, o pentacampeonato brasileiro profissional. No último dia 21, a surfista da equipe AntiQueda, foi a quarta colocada na abertura do Circuito Petrobras de Surfe Feminino, na Praia de Ponta Negra, em Natal (RN) e agora se prepara para o SuperSurf, a elite nacional, de 23 a 26 de julho, na Praia de Itamambuca, em Ubatuba (SP).
Na disputa em Natal, Andréa viveu uma situação atípica. Ainda nos treinos, antes do início do evento, ela foi atingida por um peixe e machucou a batata da perna, o que a prejudicou nas manobras. ?Acho que foi uma rabada de arraia e doeu muito. Fiquei de molho e só fui para a água para competir, mas no final ainda garanti um pódio?, lembrou Andréa, que junto com AntiQueda tem os patrocínios de Central Surf, Lui Lui e HB.
Sobre a final do Petrobras, tendo como rivais Diana Cristina, Suelen Naraísa e Juliana Quint, ela ressaltou as condições do mar como principal dificuldade. ?Foi uma bateria difícil, com mar pequeno. Usei a tática de quantidade de ondas, quer dizer, marolas, e surfar de back side, o meu forte em ondas minúsculas. Mas a Tininha surfou melhor e foi vira vira todo o tempo na bateria?, explicou a competidora de 35 anos.
Para o segundo semestre, o foco fica para o SuperSurf, onde ocupa a vice-liderança do ranking. ?Vou me concentrar na busca desse novo título e também tem o convite para disputar o ISA (World Surfing) Games, para tentar esse título que ainda não tenho?, informou a surfista, referindo-se à disputa em Playa Hermosa, na Costa Rica, de 1 a 8 de agosto. ?O último que fui, no Equador, fiquei em segundo lugar, atrás da (peruana top do WCT), Sofia Mulanovich?, complementou.

Postado por Equipe AntiQueda em Blog

      

SURFISTA EMBARCA PARA MENTAWAI NA QUARTA-FEIRA

O segundo lugar na abertura do SuperSurf, neste domingo (dia 10), na Praia de Pitangueiras, em Guarujá (SP), foi uma grande injeção de ânimo para a temporada. A carioca Andréa Lopes, da equipe AntiQueda, saiu da água feliz com o resultado, por saber que poderá render muito mais neste ano e brigar pelo inédito pentacampeonato brasileiro profissional.
Depois de superar sua principal rival, a cearense Tita Tavares, atleta de 35 anos, um dos ícones da modalidade, chegou à decisão, mas foi superara pela paulista Suelen Naraisa. ?Começar com um resultado assim vai ser bom para o ranking, me deu motivação. Agora é trabalhar os pontos fracos e voltar determinada, como sempre?, afirmou.
Após, a final, ela explicou a sua atuação na bateria final. ?Como estava maré seca, as ondas estavam fechando muito e tinha de dar sorte de pegar uma abrindo. A Suelen pegou duas assim?, relatou a atleta, que junto com a AntiQueda tem os patrocínios de Central Surf, Lui Lui e HB.
VIAGEM – Na quarta-feira, ela embarca para mais um desafio na carreira. ?Vou para Mentawai para um filme do Alex Ribas, o Mental Way, que será lançado em dezembro. Serei a única mulher, a única surfista profissional na viagem. A idéia é mostrar diferentes ramos de atividades unidos por uma mesma paixão?, destacou a atleta.
Acostumada a superar obstáculos na vida, Andréa frisou que a viagem terá suas particularidades. ?Vamos passar esse perrengue do outro lado do Mundo, correndo o risco até de pegar malária, o cansaço, atrás das ondas perfeitas. Serão três dias de viagem para chegar até a Ilha de Kandui, onde ficaremos hospedados num resort surfando as seis melhores ondas da região, batizadas de Playground ?, afirmou.
Ela explicou que o filme não trará apenas imagens de surf, mas o lado introspectivo de cada participante. ?Mostrar como é a cabeça de cada um, o que faz?, argumentou Andréa, que acumula 21 anos de vivência no surf, muitos títulos e até mesmo a capa da Revista Playboy, além de muitas marcas de pioneirismo, como o Circuito Mundial Profissional.
O diretor de marketing da AntiQueda, Paulo Sérgio Nogueira Lopes, o Paulinho, comemorou o novo pódio de Andréa. ?Para a nossa marca é até uma honra uma atleta desse nível estar na equipe. Apostamos no seu talento, porque sabemos que ela tem muita raça, qualidade e dará muitas alegrias dentro e fora de campeonatos?, afirmou o diretor da marca, que tem sede em Santos e completou 20 anos de mercado.

Postado por Equipe AntiQueda em Blog

Uma das mais experientes e vencedoras surfistas do Brasil, a carioca Andréa Lopes, da equipe AntiQueda, disputa mais uma importante final em sua carreira, neste domingo (dia 10), na abertura do SuperSurf, na Praia de Pitangueiras, em Guarujá (SP). A tetracampeã brasileira profissional competirá embalada contra a paulista Suelen Naraísa, após derrotar outro ícone da modalidade, a cearense Tita Tavares, também dona de quatro títulos.
O confronto entre as tetracampeãs foi nas quartas-de-final e depois Andréa ainda superou um dos talentos da nova geração, a paulista Camila Cássia. ?Eu sabia que quem passasse a bateria das quartas, estaria na final?, afirmou Andréa, sobre a disputa contra Tita.
?Estou uma pilha e vou dar o maior gás. Fiquei muito cansada, mas valeu a pena. Começar a temporada dessa forma é sensacional. Isso é muito reflexo do apoio que tenho dos meus patrocinadores?, relatou a surfista de 35 anos de idade, que logo após a semi, não quis nem saber quem seria a sua rival. ?Fui descansar, relaxar. E tinha marcado para fazer a unha às seis da tarde?, contou, rindo.
Com 21 anos de história no surf, muitos títulos e até mesmo a capa da Revista Playboy, Andréa já se prepara para uma nova aventura na carreira. ?Vou para a Indonésia, filmar naquelas ondas maravilhosas e perfeitas. Terei um ótimo material?, avisou a atleta, que junto com a AntiQueda tem os patrocínios da Central Surf, HB e Lui Lui.