ENTRE EM CONTATO COM A ANTIQUEDA:

Preencha o formulário ao lado para entrar em contato com a AntiQueda.

Telefone: (13) 3226-1515

ANTIQUEDA NAS REDES SOCIAIS:

Coleção Verão 2018

BLOGAQ

Acompanhe a AntiQueda

Facebook Twiiter

Postado por Vitor Mendes em Vitor Mendes

Ai Galera to na área…

Essa foi uma semana que deu muita onda em Rock Point. Estávamos pela manhã eu Luan Wood, Renan Castro e Alcides Neto, caminhando em direção a RP.  Chegamos lá e o mar estava meio Storm Grande com ondas de 6 a 8 pés, fiquei uns 45 minutos na água e quando estava saindo vi o Luan tomando uma bomba na cabeça que saiu até mole! hahahahah

Voltei para casa, fiz um pão animal e depois de descansar fui ver o mar com a galera. Chegando lá, ele estava maior ainda, com séries de 8 a 10 pés de onda! O Renan não quis cair, amarelou e ficou em casa (hahahaha). Boiei um pouco no início, depois peguei 2 ondas no final da queda , ai fui parar muito embaixo do pico e veio duas séries grandes, que quebraram bem na minha cabeça, depois de ficar mó tempão em baixo d’água, eu já estava no raso. hahah… Aproveitei e já sai do mar com muito pouco ar, fui pra casa e fiquei com a galera conversando.

Em breve to de volta galera!

Vitor Mendes

Postado por Vitor Mendes em Vitor Mendes

Fala Galera… to na área!

Acordamos bem cedo, amanhã começa o Pipeline Master e temos que ir direto treinar porque o crowd esta quase impossível, então fomos fazer um surf em Rock Point, eu e toda a galera. Essa queda foi muito boa e rendeu uns tubos, fotos e vídeos. Saímos todos muito amarradão da água, e para completar nossa felicidade a empregada estava em casa, já estava crítica a situação da casa.

Na hora do almoço fomos comer em um  trailer que faz uma comida Brasileira, muito bom! Deu para matar a saudade da comida lá de casa. Depois da digestão fizemos o final de tarde em Sunset, ainda tinham altas ondas e o dia foi perfeito. Na volta passamos no Foodland (mercado), comemos uma pizza e quando cheguei em casa não agüentava mais nada, acabei capotando na cama.

No dia seguinte, acordei bem ansioso para ir ver o Pipeline Master, o mar estava gigante! De 12 a 15 pés (4 a 5 metros de onda), a primeira bateria que bombou foi a do Evan Valiere (local hawaiano), somando 18 pontos (de 20 possíveis) e deixando o Fred P. em combinação. Logo na seqüência foi a do John John, ele descartou duas notas 7, e uma 8, e somou um 8,07 e um 10, a onda do 10 foi impressionante, começou dropando dentro do tubo, saiu por cima, desceu para a base da onda, colocou em outro tubo impressionante e saiu, foi demais! Final de tarde ainda dei uma queda em V-land com a minha amiga Havaiana Laila, e na janta comemoramos meu 1° mês de Hawaii… Muita Vibe!

No segundo dia da competição o mar estava incrível, cheguei na 3° bateria do Jamie O’Brien e do Mineirinho, Jamie ganhou mais somando bem pouco e também o Mineirinho deu azar porque estava machucado. Depois veio o massacre do John John, ele conseguiu tirar um 9.93 e um 9.17 com ondas que todos pensavam que ele não iria conseguir fazer, impressionante.

As baterias seguintes foram todas muito boas, Evan Valiere vencendo Owen, depois Kierren Perrow destruindo o Josk kerr com notas 9.40 e 9.33. Fui almoçar, e voltei para ver o round 3, onde entraram os perdedores da fase anterior, parei para assistir a batera mais esperada o dia: Cj hobgood, Kelly Slater e John John. Nada mal para um jovem garoto colocar o campeão mundial de 2001 e o 11x campeão mundial Kelly Slater em combinação, com direito a nota 10 e tudo!

Depois dessas baterias e fui na casa do Filipe Toledo, pegamos as bike e fomos surfar em V-land, peguei umas ondas legais e peguei um tubo de back muito show fiquei amarradão, voltei para casa tomei meu banho e fui comer no McDonald’s com a Malu e o Kid, demos muita risada e nos divertimos muito.

Vitor Mendes